Ao visitar um imóvel, é preciso prestar atenção em diversos pontos no interior do apartamento ou pelo edifício que podem trazer riscos à segurança dos moradores.

  • Como verificar se um apartamento é seguro
  • Avaliando a segurança do imóvel contra incêndios
  • Elevadores e estrutura de um imóvel seguro
  • Segurança do imóvel contra invasões

Quando se está em busca de um apartamento para alugar, um ponto de atenção fundamental é a segurança, que deve incluir tanto aspectos internos quanto externos do imóvel.

Para verificar se um apartamento é seguro, é preciso estar atento a uma série de detalhes e não hesitar em fazer todas as perguntas que você julgar necessárias ao proprietário, corretor e até mesmo funcionários e outros moradores do condomínio. Nesse artigo, vamos elencar as principais questões que devem ser checadas para atestar a segurança do imóvel.

Como-verificar-se-um-apartamento-e-seguro

Como verificar se um apartamento é seguro

Tratar sobre a segurança de um imóvel normalmente nos leva a pensar sobre o controle de entrada e circulação no prédio, funcionamento dos portões e sistema de câmeras.

No entanto, a segurança interna do apartamento é tão importante quanto aspectos externos do condomínio e deve-se prestar bastante atenção a ela ao visitar o local. Ao percorrer o apartamento, busque por infiltrações e rachaduras e questione sobre os procedimentos para realização de reparos.

Além dos gastos com reforma, esse tipo de problema pode trazer danos à saúde, com a proliferação de fungos em infiltrações avançadas, e até mesmo riscos de desabamento, a depender da magnitude das rachaduras e do prejuízo causado à estrutura do prédio.

A segurança do imóvel também passa pela solidez de portas, janelas e armários. Verifique se há portas com dobradiças soltas e se armários que serão mantidos no apartamento após a locação estão estáveis.

Quanto às janelas, na existência de grades ou redes, procure se informar sobre a manutenção de tais estruturas, atentando para a presença de ferrugem, desfiamento e demais situações de desgaste.

Outro ponto crucial de um apartamento seguro é a sua parte elétrica. Nesse caso, a revisão por um profissional antes da assinatura do contrato é indicada, pois, com exceção de casos muito graves, a fiação não estará visível e será necessário confiar na palavra do proprietário sobre seu bom estado de conservação e a prática recorrente de manutenções.

Avaliando-a-seguranca-do-imovel-contra-incendios

Avaliando a segurança do imóvel contra incêndios

O principal risco à segurança do imóvel associado a uma rede elétrica apresentando defeitos é a possibilidade de que curtos-circuitos provoquem incêndios no apartamento.

Se a manutenção é fundamental para prevenção de acidentes, o edifício precisa estar preparado para uma eventualidade. Nesse sentido, ao visitar o imóvel, fique atento a alguns itens:

  • Presença de extintores estrategicamente posicionados nas áreas comuns, bem como em cada andar do prédio;
  • Rotas de saída de emergência bem sinalizadas por todo o condomínio;
  • Escadas de incêndio com iluminação de emergência;
  • Portas corta-fogo nas escadas e que permanecem fechadas a todo momento.

Em caso de condomínios maiores e mais recentes, também é interessante questionar sobre a presença de uma brigada de incêndio, equipe que estará a postos no local 24 horas para enfrentar situações de incêndio de pequeno e médio porte de maneira imediata, sem necessidade de aguardar a chegada do Corpo de Bombeiros.

Elevadores e estrutura de um imóvel seguro

A inspeção da segurança do imóvel durante uma visita começa ao atravessar o portão. As mesmas avaliações feitas no interior do apartamento quanto a infiltrações, vazamentos e rachaduras devem ser realizadas ao longo de todo o seu percurso pelo condomínio, prestando atenção às paredes e tetos dos ambientes pelos quais se passa até chegar ao apartamento que será visitado.

Nesse trajeto, um dos principais pontos de atenção devem ser os elevadores do prédio. A questão não é tanto se os aparelhos são novos ou antigos, mas quanto ao seu estado de conservação.

Quando possível e se tal informação não estiver exposta no interior do elevador, também pode ser interessante questionar algum funcionário do edifício sobre a presença regular de técnicos de manutenção e a frequência com que panes ocorrem, bem como perguntar o nome da empresa responsável pelos reparos para pesquisar sua reputação.

Se o condomínio possuir mais de um elevador, faça pelo menos uma viagem em cada um deles durante seus deslocamentos pelo prédio. Para verificação da estrutura geral do edifício, também não hesite em solicitar visitas à garagem – mesmo que você não tenha carro – e outros ambientes, como áreas de convivência, casa de máquinas e cabine de portaria.

Quanto mais partes do local você conhecer, mais se certificará de que as estruturas estão em bom estado e que poderá morar em um apartamento seguro para você e sua família.

Segurança do imóvel contra invasões

Por fim, vamos tratar da segurança do imóvel contra invasões. Ao chegar ao condomínio, verifique como ocorre o acesso de um visitante ao local. Em prédios menores, atente para o protocolo seguido pelo funcionário na portaria. Por exemplo, se ele interfona ao morador do apartamento antes de autorizar sua entrada e se há mais de uma barreira para a entrada no local.

Já em condomínios maiores, os procedimentos devem ser ainda mais detalhados. Em muitos casos, o pessoal da portaria deve exigir um cadastro de visitantes e entregadores para evitar que pessoas não autorizadas circulem pelas áreas comuns do prédio.

Também é importante notar a estrutura dos portões tanto para entrada de pedestres quanto de carros e se eles são semelhantes ao padrão de segurança presente em outros imóveis da mesma rua ou arredores.

Uma diferença chamativa na qualidade e manutenção dos portões é um fator que pode tornar o local um alvo preferencial de possíveis invasores.

Além disso, pergunte ao proprietário sobre a existência de sistema de monitoramento no prédio. Alguns condomínios maiores chegam a ter uma sala de controle para visualização das câmeras do edifício pela equipe de segurança.

Para quem tem filhos, deve ser dada atenção especial às condições de segurança das áreas de lazer, verificando principalmente se há proteção por telas em locais em que haja risco de queda e se visitantes podem circular livremente por essas partes do prédio.

Ao final da visita, é possível que se conclua que alguns itens precisam de correção para tornar o apartamento seguro. Para qualquer necessidade de manutenção, a Fix é a escolha certa.

Oferecemos mais de 15 categorias de serviços e conectamos prestadores a inquilinos, proprietários e administradoras que queiram reforçar a segurança de seus imóveis, garantindo tranquilidade e bem-estar a todos.

Quem é a Fix?

Esperamos que tenha gostado do conteúdo e que tenha respondido suas dúvidas! Se você caiu aqui por meio de alguma pesquisa e não sabe quem é a Fix, saiba que somos uma plataforma digital que oferece a mais rápida maneira de te conectar aos melhores prestadores de serviços, independente de sua necessidade!

Nossa plataforma oferece mais de 15 categorias de serviços com segurança e qualidade para os mais variados tipos de reformas e manutenções, desde a montagem de um imóvel a problemas estruturais de hidráulica ou elétrica. Venha conhecer esta praticidade! Está a apenas alguns toques de você.

quebrou queimou estragou? chame a fix, baixe o app