Com a pandemia do novo coronavírus, o ano de 2020 acabou sendo sinônimo de quedas financeiras nos mais variados setores. Mas, será que 2021 não pode trazer uma reviravolta no mercado financeiro para os investimentos? Nesse texto, você vai conhecer quais são os três melhores fundos imobiliários para 2021.

O que são fundos imobiliários?

Portanto, para que você consiga compreender melhor o motivo destas serem as melhores opções para 2021, será preciso entender o que são fundos imobiliários. Então, antes de mais nada, é ideal saber que eles são conhecidos como FFI, sigla para Fundos de Investimento Imobiliário.

Sendo assim, o FFI nada mais é do que uma junção de recursos, que são destinados a serem aplicados em investimentos do setor imobiliário. Dessa forma, eles possuem constituição sob a forma de um condomínio fechado. Portanto, a divisão ocorre em forma de cotas, que são a representação das parcelas, em ideais, do seu patrimônio investido.

Por que investir em fundos imobiliários em 2021?

A resposta mais simples para essa pergunta, é bem direta. Portanto, o motivo para investir em fundos imobiliários em 2021, é o de garantir uma relação saudável entre rentabilidade e segurança na renda variável. Então, o recomendado é que se aposte na diversificação da sua carteira de investimentos.

Para essa ampliação nos rendimentos, os fundos imobiliários podem ser uma ótima pedida para o ano de 2021. Isso porque, atualmente, a taxa Selic se encontra em baixa histórica. Isso significa que os patamares atingiram valores históricos de queda, e é o momento ideal para se pensar no assunto.

Quais os melhores fundos imobiliários em 2021?

Agora que você já sabe o que são fundos imobiliários, e porque investir neles, chegou o momento de conhecer as três melhores opções para ficar de olho em 2021. Confira a seguir quais são as dicas.

LGPD BAIXE O EBOOK

1. FII CSHG Renda Urbana (HGRU11)

O primeiro fundo imobiliário da lista é o CSHG Renda Urbana, também conhecido como HGRU11. Então, esse é um fundo de tijolo, ou seja, pertence a uma classe de fundos imobiliários voltados ao investimento em imóveis físicos, ao contrário dos fundos de papel.

Assim, o HGRU11 é um fundo que aplica o dinheiro dos investidores em empreendimentos imobiliários de caráter urbano e institucional. Dessa forma, esse fundo acaba gerando renda através da locação, arrendamento e alienação dos ativos imobiliários nele investidos.

Entretanto, mesmo que o foco desse fundo seja o setor corporativo, principalmente no mercado de lajes individuais e torres, ele permite outras variáveis. Isso porque, de acordo com o regulamento do FII, é possível adquirir papéis dos mais variados, indo dos certificados de potencial adicional de construção (Cepacs), até os certificados de recebíveis imobiliários (CRIs).

Porém, também é possível adquirir letras de crédito imobiliário (LCI), letras imobiliárias garantidas (LIG), e muito mais. Além dessas opções, a regulação do fundo instaura o pagamento de taxas de performance para a administradora do imóvel. Assim, o lucro obtido vai gerar um valor percentual, caso este seja maior do que o indicador de referência.

Adiante, o HGRU11 gerará uma taxa de performance, que será utilizada para estimular o gestor, bem como a equipe, a alcançarem os melhores resultados. Dessa forma, o lucro destinado ao fundo será incrementado. Atualmente, ele é administrado pelo Credit Suisse, um nome renomado no mercado. Ele existe desde março do ano de 2018.

Saiba mais sobre o HGRU11

Outra característica desse fundo é que ele possui caráter multiusuário. Isso significa que ele opera de forma multirregional, abraçando multiativos e multi-inquilinos. Então, é possível afirmar que o HGRU11 é um fundo com uma boa dose de diversificação. Assim, menos riscos acabam aparecendo no investimento, sendo diluídos entre os diversos ativos da carteira desse fundo. 

Por fim, o HGRU11 acaba por trazer, em geral, contratos diferenciados de locação. Com isso, os cotistas obtêm mais estabilidade. Isso porque, ao longo dos anos, o fundo evoluiu. Ele começou como monoativo, mas conta com mais de 14 ativos atualmente. Assim, esses ativos estão distribuídos, em sua maioria, no ramo dos supermercados e da educação, fazendo dele um dos melhores fundos imobiliários para 2021.

2. IRDM11 (FII Iridium Recebíveis Imobiliários)

O FII Iridium Recebíveis Imobiliários, ou IRDM11 é um dos 3 fundos a serem analisados para o ano de 2021. Primeiramente, saiba que o IRDM11 é administrado pelo BTG Pactual, e nasceu em 2018. 

Esse é um fundo do tipo papel, ou seja, agracia investimentos em valores e títulos imobiliários. Dessa forma, o IRDM11 possui, como principal foco, a aplicação em CRIs. Entretanto, também é comum aparecerem investimentos em cotas de outros fundos, Cepacs, LIG e LCI. Além disso, também é possível investir em imóveis, participações societárias em sociedades imobiliárias, e diversos outros ativos.

Segundo o regulamento do IRDM11, o patrimônio líquido a ser respeitado pelo fundo será de, ao menos, 67% do valor investido em CRI. Contudo, o valor para investimentos em outros ativos imobiliários permanece em até 33% do patrimônio líquido investido.

Assim, como vantagem, esse fundo oferece uma carteira muito pulverizada, entre uma variedade de papéis, nos mais diferentes segmentos. Portanto, os riscos das operações, bem como a volatilidade dos investimentos, são amplamente minimizados e amortecidos. É um dos melhores fundos imobiliários para os próximos anos.

Mais informações sobre o IRDM11

Outro detalhe importante, é que a maioria dos ativos do IRDM11 conta com alta classificação de rating. Isso significa que, em sua maioria, são ativos muito bem vistos pelo mercado, com muita qualidade e com alto impacto.

Já para a questão da gestão ativa, o fundo alcança um histórico muito forte e participativo. Então, o gestor do fundo demonstra estar sempre em contato com o mercado, a par das operações de compra e vendas de ativos, e sempre por dentro de tudo o que ocorre no fundo. Assim, o fundo costuma contar com maiores ganhos para a carteira.

Atualmente, o Iridium Recebíveis Imobiliários acaba sendo uma excelente escolha para aqueles que procuram retorno através do pagamento de bons dividendos mensais. De fato, é um dos melhores fundos imobiliários para 2021.

3. HSML11 (FII HSI Malls)

A terceira, e última, dica de fundos imobiliários para o ano de 2021, é o HSI Malls, ou HSML11. Ele é administrado pelo Santander Caceis Brasil, e é um fundo do tipo tijolo. Entretanto, possui um foco específico, que é o segmento de shopping centers. Porém, também é possível encontrar a participação do HSML11 em outros fundos de investimentos imobiliários.

Um detalhe importante, é que o HSI Malls é o mais novo dos fundos citados nesse texto, pois foi criado em 2019. Entretanto, ele é um dos que está ganhando forte representatividade do mercado de fundos imobiliários. Isso porque o regulamento permite investimentos de até 33% do patrimônio líquido em imóveis de construção.

Sendo assim, o HSML11 possui diversos pontos fortes, sendo um deles a experiência da equipe em oferecer uma gestão ativa de qualidade. Então, os ativos acabam recebendo uma boa dose de criação de valores, incrementando os resultados finais do fundo. Dessa forma, a gestão foca em melhorar, cada vez mais, a rentabilidade.

Atualmente, a expectativa para esse fundo é de crescimento real, acima da média de mercado. Isso porque, além de ser novo, o HSI Malls está repleto de ativos considerados jovens, com bom potencial para crescerem no futuro. Assim, essa característica, somada à natureza de fundo multiativos do HSML11, e sua boa distribuição geográfica, são ótimos fatores para se apostar nesse fundo.

Entretanto, é sempre bom relembrar que, durante o ano de 2020, a situação de crise causada pela pandemia do novo Coronavírus afetou fortemente o setor de shopping centers. Mas, mesmo com os baixos da economia, a expectativa é que 2021 traga recuperação econômica para o mercado. Dessa forma, pode ser uma boa ideia apostar no HSI Malls.

Como deve ser o ano de 2021 para esse tipo de investimento?

Confira os três melhores fundos imobiliários em 2021

Como é comum em épocas de grande queda na economia, o ano de 2021 deve ser de crescimento. Isso porque, durante 2020, a pandemia acabou afetando o funcionamento de diversos setores da indústria e mercado, e o setor imobiliário não ficou de fora.

Entretanto, para 2021, a expectativa é de que o Brasil, assim como outros países, volte a reabrir, com mais garantia, às portas dos comércios que foram fechadas durante a pandemia. Dessa forma, pode ser que seja uma boa ideia ficar de olho no setor de fundos imobiliários, pois esse deve ser um setor que vai crescer com a volta da alta temporada.

Posso perder dinheiro com fundos imobiliários em 2021?

Bom, essa pergunta não pode ser respondida de outra maneira, senão com um “sim, sempre” inicial. Isso porque, seja no mundo dos investimentos, independente do ramo, ou seja nos mais variados campos de atuação, sempre existirão riscos.

Dito isso, a dica para evitar que se perca dinheiro, é de que você estude, e entenda realmente o que são os FFI. Assim, poderá garantir a sua boa atuação neste mercado, que pode ser cruel e de difícil navegação.

Qual é a diferença desse investimento para a compra de imóveis?

Essa é uma dúvida comum quando se fala em investimentos imobiliários em 2021. Isso porque muitas pessoas não entendem a real diferença entre essa área e a compra de imóveis. Primeiramente, é muito mais fácil, e lucrativo, investir em fundos imobiliários, sendo desnecessário grande tempo e análise sobre a compra de imóveis físicos.

CTA FIX PARA IMOBILIÁRIAS

A plataforma de serviços que conecta seus clientes aos melhores prestadores de serviços para consertos, reparos, instalações e manutenções.

O que achou do conteúdo? Deixe a sua opinião nos comentários e interaja conosco pelas redes sociais!




Dicas relacionadas:

Como tirar uma boa foto para anunciar o seu imóvel?

Não entende nada de fotografia, mas quer tirar boas fotos para anunciar seu imóvel? Confira essas dicas simples e imperdíveis!

Customer-Success-como-o-profissional-de-Sucesso-do-Cliente-tem-mudado-os-resultados-das-imobiliarias
6ª FixLive: Customer Success – como o profissional de Sucesso do Cliente tem mudado os resultados das imobiliárias?

Customer Success: conheça a metodologia aplicada nas imobiliárias e como ela tem impulsionado mudanças no setor.