Ao alugar um imóvel para moradia, seja apartamento ou casa. Muitos inquilinos ficam insatisfeitos por conta da falta de personalidade do local e querem fazer as suas próprias mudanças com reformas e melhorias. Afinal, reformar um imóvel alugado e morar em um ambiente agradável e que tenha mais a sua cara é muito melhor. Pois é ali que você vai passar boa parte dos seus dias pelos próximos meses. 

Uma das dúvidas que surgem na cabeça dos moradores é se eles podem reformar um imóvel alugado. Que tipo de mudanças são permitidas e como ele deve proceder. Seguindo a Lei do Inquilinato (8245/91), que regulamenta as relações de locação, compra e venda de imóveis no Brasil. O inquilino só pode fazer qualquer reforma ou benfeitoria no imóvel alugado com autorização prévia do proprietário. 

É importante que se tenha em mente uma coisa:

só  se deve reformar um imóvel alugado depois de combinar tudo o que vai ser alterado com o proprietário, por escrito e documentado, não dê um passo maior que a perna. Dessa forma, você evita dores de cabeça desnecessárias no futuro. Por isso, antes da locação avalie o imóvel e veja todas as melhorias e reformas que pretende fazer e peça autorização ao dono antes. Se puder mencionar os detalhes já no contrato de locação, melhor será para você. Dependendo do caso, é possível até negociar descontos.

É recomendado que você peça uma vistoria de entrada no imóvel antes de se mudar para que verifique o estado de todos os cômodos da casa ou do apartamento e se existe algum defeito na estrutura, falhas no sistema elétrico, danos na rede hidráulica, avarias na área externa, problemas no esgoto ou imperfeições de qualquer natureza. Se houver, a responsabilidade pelo custeio dos reparos é do proprietário, que deve te entregar o imóvel em bom estado de uso.

Depois de resolver esses trâmites iniciais, você poderá, se assim for acordado, fazer as reformas desejadas e permitidas. Separamos alguns tópicos que podem te ajudar no sentido de não gastar muito dinheiro em um imóvel que você está de passagem. Também a não morar em um ambiente com o qual não se identifica. 

Reformar um imóvel alugado: O que é permitido sem autorização prévia 

Reformas, benfeitorias e melhorias em um imóvel alugado precisam sempre ser permitidas com antecedência, no entanto, alguns detalhes que não vão alterar a estrutura do lugar podem ser feitos. É claro que na hora de entregar as chaves ao dono, no final do contrato, será preciso remover tudo, pois os contratos pedem que se devolvam os imóveis como estavam no início.

Pode acontecer de ser um grande transtorno aos usuários, por exemplo, a louça de banheiro, porém, pias e vasos sanitários podem ser trocados. Se você não gosta dos que vieram com a casa e quer mudar, pode, desde que você guarde os originais e os coloque de volta depois, visto que é obrigação do inquilino devolver o imóvel alugado nas mesmas condições em que o encontrou. Isso vale para qualquer coisa que pode ser modificada e que depois possa voltar ao seu estado original.

Pintar paredes também é uma mudança que costuma ser permitida.

Geralmente os contratos de locação pedem apenas que o morador entregue tudo pintado de branco para que seja apresentado ao próximo inquilino, o que não impede que durante a sua  permanência no local você dê uma corzinha nos ambientes. Os papéis de parede e adesivos colantes são ótimas opções e também podem ser instalados, porque eles são fáceis de serem retirados depois. 

A instalação de cortinas, persianas e prateleiras também é permitida, desde que você as retire e cubra os furos com massa corrida e lixe  para que a parede fique lisinha novamente depois. Nesse caso, tome cuidado com o local que pretende furar, esteja certo de que na região não passe canos da rede hidráulica ou fios da rede elétrica. Dessa forma, você evita acidentes e imprevistos indesejados ao reformar um imóvel alugado.

No mais, você pode usar e abusar de uma decoração que tenha a ver com o seu estilo de vida. Assim como em uma composição de móveis e acessórios de casa que enriqueça e encha o seu cantinho de vida. Às vezes até uma boa limpeza pode fazer a diferença nos ambientes. Rejuntes escurecidos, por exemplo, ao ser limpos da forma correta dão outra cara a pisos e azulejos. 

Reformar um imóvel alugado: O que não é permitido sem autorização prévia

Agora que você já tem noção do que pode alterar no imóvel sem se preocupar, vamos pensar no que não é permitido sem autorização prévia e por escrito do proprietário. Uma primeira coisa a ser pensada que pode nortear as suas decisões é o seguinte: se for alterar a estrutura do imóvel e não for possível desfazer com facilidade, é melhor deixar como está ou pedir autorização. Vai ser preciso conversar com o dono do imóvel antes.

 

Uma pergunta que você deve se fazer também antes de planejar uma obra é se ela realmente vale a pena.

Porque investir muito dinheiro em um imóvel que é alugado às vezes pode não ser uma das melhores ideias. Fique atento a esse detalhe porque ele vai definir todas as suas decisões no sentido do que fazer no imóvel. 

Um exemplo comum de reforma que não é permitida é sair quebrando as paredes, ainda mais se você alugou um apartamento em prédio. Muitas vezes a estrutura do edifício pode ser abalada, por isso, preste bastante atenção e só faça algo desse tipo se você tiver permissão. Tendo permissão, contrate um profissional qualificado na área para fazer essa avaliação mais a fundo para você.

O piso e o azulejo são dois itens que causam muita insatisfação nos inquilinos, boa parte dos moradores sente a necessidade de trocá-los e isso geralmente não é permitido. Se for uma necessidade sua e se compensar financeiramente falando, você pode conversar com o proprietário, dependendo do caso há negociações que acabam sendo vantajosas ao inquilino. Sem falar que hoje em dia há ótimas opções de azulejo e piso com bom custo benefício. Tem alternativas para todo tipo de gosto e bolso. Se você optar por fazer reformas, uma dica importante para economizar é acionar os serviços da Fix, nós temos ótimos profissionais prontos para te atender.

Reparo e reforma: qual a diferença?

Quando se aluga um imóvel, essas duas palavras podem surgir e confundir um pouco a nossa cabeça. Elas parecem se tratar da mesma coisa, mas tem suas diferenças e a aplicação prática de cada uma no dia a dia vai depender de cada situação.

No caso dos reparos, por exemplo, eles tendem a surgir ao longo da sua estadia no imóvel alugado. Isso porque a ação do tempo e do uso pode trazer pequenos danos e defeitos dos quais você terá que se responsabilizar enquanto inquilino. Por lei, é de obrigação do morador zelar pelos ambientes e arcar com manutenção e reparos que tenham sido causados por ele. Por exemplo, se você quebrou algum vidro das portas ou janelas, arrastou móveis e trincou o piso ou se perfurou paredes, os consertos serão de responsabilidade única e exclusivamente sua. Os reparos são, então, pequenos consertos. Assim, é imprescindível que você saiba como fazer a manutenção do imóvel alugado.

Já as reformas envolvem obras maiores. Elas se encaixam na categoria das benfeitorias. A legislação brasileira define três tipos de benfeitorias: as necessárias, as úteis e as voluptuárias. As de ordem necessárias e úteis entram no espectro das que podem ser indenizadas. Isso quer dizer que são obras que poderiam ou deveriam ter sido feitas pelo proprietário, mas que, por algum motivo, passaram batidas e a estrutura do imóvel apresentou problemas nas mãos do inquilino. Já as voluptuárias são as reformas que não são necessárias para o uso do espaço, mas que o inquilino deseja fazer para adequar o imóvel aos seus moldes.

Nesse caso, a responsabilidade pelos custos é toda do morador e só podem ser executados sob autorização.

É nesse campo que costumam se encaixar as reformas de caráter mais estético. Quando o morador não gosta de alguma característica do imóvel, mas a sua modificação não é necessária para o seu uso. Acontece muito com relação a cor de paredes, tipos de janelas e portas, azulejo de cozinhas e banheiros, pisos, portões, entre outros. Essas benfeitorias podem ter um resultado de valorização do imóvel, inclusive. Nesse caso, cabe ao morador negociar com seu proprietário o que fazer. 

Tudo decidido, é hora de botar as mãos à obra. E a Fix está aqui para te auxiliar, nós oferecemos mais de 15 serviços de manutenção residencial e pequenas reformas que podem ser a resposta para o que você precisa para reformar um imóvel alugado. Tudo com ótimos preços, agilidade e comodidade. 

Chame a Fix!

O aplicativo de serviços que conecta você aos melhores prestadores para consertos, reparos, instalações e manutenções na sua casa.

Gostou do texto? Então deixe seu comentário e interaja com os nossos perfis nas redes sociais.

 

Atualizado em: